Nazi Lauck NSDAP/AO Portugues Boletim de Noticias NS 104-15 . . .

Nazi Lauck NSDAP/AO

Boletim de Notícias NS

Do NSDAP/AO –

Internet Edição em Português

#104/15 – Verão 2000 (111)

BOLETIM DE NOTÍCIAS NS é publicado pelo NSDAP/AO em diversas línguas, incluindo Português, Inglês, Alemão, Húngaro, Holandês, Francês, Sueco, Espanhol e Italiano, numa base irregular. O preço da assinatura por doze números é de US$30.00. (Cada número está disponível em CD para computador por US$10.00.)

As edições Inglesa e Alemã do BOLETIM DE NOTÍCIAS NS são prioritáriamente orgãos internos. Elas suplementam os jornais tabloídes bi-mensais THE NEW ORDER em Inglês e NS KAMPFRUF em Alemão. (O tabloíde Dinamarquês FÆDRELANDET é um projecto conjunto com o DNSB na Dinamarca.)

Todas as principais moedas em circulação são aceites. (Notas apenas - não são aceites moedas e selos) bem como vales postais internacionais (não são aceites cheques pessoais nem cheques "postgiro".)

Escritores e tradutores dispostos a voluntariar a sua assistência são bem vindos.

NSDAP/AO: PO Box 6414, Lincoln, NE 68506 EUA

http://www.nazi-lauck-nsdapao.com

1º Dia de Maio – 3000

Camaradas Manifestaram-se

Relatório da Acção de Fürth, Alemanha

1º de Maio de 2000 (111), 11:20 da manhã, algures em Nuremberga. Tal como todos os anos, também hoje camaradas por toda a Alemanha se reuniram – no Dia Nacional do Trabalhador que foi fundado pelo nosso amado Führer em 1933 e nos dias de hoje é mal utilizado por Judeus e Vermelhos para as suas maquinações – para marchar nas ruas.

Os primeiros autocarros – repletos de Nacionalistas e Nacional Socialistas maioritariamente de Baden-Württemberga e da Bavária – estão a chegar ao deserto parque de estacionamento que serve como ponto de encontro provisório. A polícia já formou um cordão extenso em volta do ponto de encontro. Silêncio. Centenas de camaradas saem dos autocarros, bandeiras e placas são retiradas dos autocarros e distribuídas entre os camaradas dispostos a marchar como porta-bandeiras na ponta de lança da coluna em marcha. A ansiedade e a antecipação para a marcha que se segue na cidade de Fürth pode ser notada nas caras dos camaradas. Todos esperam ansiosamente pelo metro de Nuremberga preparado especialmente para nós e que nos levará a Fürth. O inicio oficial da demonstração está marcado para a 1:00 da tarde.

Afinal desde à dias que estava confirmado: 7 das 9 demonstrações do NPD para o 1º de Maio deste ano foram permitidas pelo regime de brd! Na mesma altura os vermelhos em alguns locais não foram autorizados a efectuar as suas manifestações tal como, por exemplo, em Berlin-Kreuzberg onde é uma conhecida tradição que os extremistas de esquerda aterrorizam todo o distrito da cidade, queimam edifícios e objectos e realizam o seu sonho pervertido de "caos total". Não houve qualquer restrição ao NPD como no ano passado, contudo. Mas existiam algumas regras que tivemos de seguir: Nem casacos de aviador nem botas foram permitidas (o que era per si uma anedota já que cerca de 80% das pessoas as utilizaram) e como de costume foi banido o disfarce. Mais ainda podíamos esperar um evento muito "divertido" uma vez que Fürth tem uma percentagem de estrangeiros de quase 50% (!) e diversas organizações Judias e antifascistas foram mobilizadas para nos parar. Mas de volta ao evento real. Já eram 12:30 quando soubemos que o nosso metro estava pronto para partir. Evidentemente, fomos escoltados por alguns homens e mulheres simpáticos vestidos de verde que olhavam em volta em pânico e mencionavam algo inaudível nos seus rádios de tempos a tempos. Que vista: Toda a estação de metro inundada de camaradas equipados com bandeiras, faixas e por vezes até escudos!

Finalmente! Após umas viagem mais longa pelo metro de Nuremberga finalmente havíamos chegado a Fürth e fomos para o ponto de encontro, algures no seio de uma área residencial. As ruas aparentavam – pelo que vi – estarem vazias. Chegando ao ponto de encontro já fomos recebidos pela TV e repórteres da imprensa que esperavam uma cobertura "quente" com as suas câmaras e microfones. Eles iriam seguir-nos, filmar-nos e fotografar-nos durante toda a marcha. Mesmo assim um dos nossos homens da ordem de serviços declarou via megafone que nenhuma ameaça ou ofensa partiria de nós e que estávamos ali para efectuar pacificamente a nossa manifestação. Mas que faríamos tudo para a efectuar e não daríamos ouvidos a quaisquer idiotas de esquerda que surgisse. Organizámo-nos numa coluna com linhas de quatro pessoas cada e os porta-bandeiras marcharam à frente. O serviço de ordem com as suas braçadeiras brancas e megafones manteve a ordem e a disciplina.

Depois, pouco antes das 13:00 ouvimos um petulante, quase inaudível resmungo. Era uma mão cheia de auto proclamados "antifascistas" que nos queriam impressionar com ditos tão inspirados quanto "Nazis fora!". Contudo, isto deu-nos a ocasião para um pequeno "ensaio de baile" da nossa capacidade vocal. Depois de todos nós vociferarmos alguns dos nossos slogans e os atirarmos poderosamente contra eles os esquerdistas silenciaram completamente e alguns até ficaram com lágrimas nos olhos! Após um curto atraso finalmente iniciamos a nossa marcha à 1:30 da tarde. As ruas ecoavam com os passos das nossas botas uma massa de faixas levantou-se e centenas de camaradas proclamaram a nossa mensagem. "Limpem as ruas para a Resistência Nacional!" tornou-se o grito de guerra. Os nossos slogans também eram: "Empregos primeiro aos Alemães!", "Combatam a peste vermelha a Este e Oeste!", "Alemanha aos Alemães – Nós somos o povo!", "Cidadãos, deixem lá! Para as ruas, marchar connosco!", "Livre, social e nacional!" bem como muitos mais. Então marchamos pelas estreitas ruas de Fürth e a cidade ecoou com os nossos slogans.

É claro que estiveram presentes largos números de antifascistas, punks, Turcos e outra escumalha que segmentava de fúria e tentavam silenciar o nosso grito com gritos histéricos e estranhas contorções. Mas em vão! Até Judeus estiveram presentes com as suas estrelas amarelas penduradas em volta do pescoço com a inscrição "Nunca mais!". Saboreamos o momento e depois marchamos a uma distância de 3 metros e apresentamo-lhes as nossas faixas com um sorriso na cara, firmemente convencidos da nossa vitória. E secretamente eles também o sabiam: Alguma vez chegará o dia da vingança!

Embora a massa inimiga fosse quatro vezes superior em número conseguimos tomar conta das ruas e então de toda a cidade. Por todo o lado camaradas determinados com passo firme abanando bandeiras e de tempos a tempos as tropas policiais corriam de um lado para o outro a esmurrar os vermelhos iminentes. A atmosfera era única; todos os que lá estiveram sabem do que estou a falar. Só esporadicamente algumas pedras e garrafas nos eram atiradas e cujos disfarçados atiradores eram presos pela polícia. Nenhum dano no nosso lado.

Após algum tempo chegamos a algures no centro da cidade para parar um pouco e fazer o nosso manifesto. Foram montadas secretárias para os oradores frente a frente a uma distância de cerca de 5 metros estavam os vermelhos com as suas bandeiras comunistas e assobios. Olhávamos uns para os outros directamente nos olhos. Enquanto as nossas faixas ondulavam ao vento e em frente deles os altifalantes principais emitiram grandes discursos que a massa hostil em vão tentou suprimir.

Após isto era chegada a altura da viagem de volta com o metro que nos havia trazido a Fürth. Enquanto gritávamos "Nós voltaremos!" e deixávamos as nossas bandeiras ondular uma ultima vez em frente das câmaras dos maravilhados repórteres descemos – acompanhados por muitos polícias – até à estação de metro.

Entretanto as nossas gargantas haviam-se tornado secas e doíam devido ao permanente gritar dos nossos slogans e ao belo mas muito quente tempo daquele dia. Ficamos satisfeitos quando retornamos aos nossos autocarros para nos refrescarmos um pouco.

Entramos e saímos de Fürth como vitoriosos. A manifestação em Fürth bem como todos os outros eventos no território da brd foi um completo sucesso para o movimento! Não houve detenções no nosso lado, só alguns esquerdistas é que foram "postos fora de circulação". Os eventos definitivamente demonstraram que os nossos encontros são respeitáveis e poderosos enquanto que os vermelhos só queriam motins. Apesar de sermos "só" 600 pessoas em Fürth conseguimos alcançar muito. Relatos afirmam que mais de 1500 camaradas se manifestaram e Berlim.

Também os relatos dos mídia confirmaram a nossa ideia: No dia seguinte não houve praticamente nenhum relatório sobre nós que evocasse a simpatia do povo por nós. Por outro lado, só os anarquistas violentos de esquerda em Berlim-Kreuzberg foram demonstrados em batalhas de rua com a polícia e aterrorizaram a cidade. Mas os habitantes da cidade sabem: estivemos lá e ficamos na manga superior! Nós podíamos convencer directamente o público. Nem os mass mídia Judeus podem alterar isso! Eles sabem tão bem quanto nós: A vitória será nossa!!!

Heil Hitler!

Heroísmo Genuíno

por Gerhard Lauck

O Nacional Socialismo não sofre de uma carência de heróis e heroínas. Os seus feitos, as suas concretizações e acima de tudo os seus sacrifícios servem-nos de exemplo, de obrigação e de fonte de força.

A minha geração, a primeira geração "pós guerra", ainda teve a oportunidade de conhecer pessoalmente muitos desses heróis. Lembro-me de visitar o famoso Coronel Hans-Ulrich Rudel na sua casa em Kufstein, Tirol nos anos de 1970. Uma grande honra!

Mas existem muitos outros camaradas que exerceram uma influência muito superior à minha pessoa. Primeiro, passei mais tempo com eles do que com o Coronel, e segundo, eles eram só "pessoas normais", embora eles fizessem muito mais que o "normal".

Estiveram lá os antigos camaradas das SA Walter Luttermann e Karl-Ferdinand Schwarz, o casal Müller e "Armin" da geração da Juventude Hitleriana, Thies Christophersen, os lutadores da geração pós guerra tais como Michael Kühnen, Gottfried Küssel, Michael Storm e outros que permanecem inominados por razões de segurança.

Alguns destes camaradas e as suas vidas causaram-me uma forte impressão.

…1945. A guerra acabou. Tudo está perdido. A vida tornou-se insignificante. Alguém caminha para a floresta em direcção às linhas de comboio. Senta-se na linha e espera por um comboio, que dará por terminada a sua triste vida. Alguém pondera. Dez alguens tomam uma decisão diferente. Se um sobreviver, talvez um dia esse um possa fazer algo pelo espirito do Führer. Alguém se levanta e vai para casa. Os anos passam. Na Primavera de 1972 alguém expulso de Breslau afirma que existe um NSDAP/AO. Alguém torna-se num dos primeiros membros, um dos mais trabalhadores voluntários, e um generoso contribuinte financeiro, embora não seja rico e tenha um estilo de vida muito modesto. Alguém faz trabalho de voluntariado ano após ano, década após década. Já em idade avançada, a cegueira instala-se. Mas alguém continua a trabalhar – alguém ainda consegue dobrar e embalar material por correspondência.

…Fatalmente doente com cancro. Mal consegue comer ou dormir. Andar é difícil e cansativo. Mas esse alguém ainda pode fazer algo: arrasta-se para uma secretária e faz trabalhos de computador. Durante horas. Porque é difícil levantar-se e voltar à espreguiçadeira. Dia após dia. Ano após ano. Na manhã do ultimo dia de vida, isto mantém-se uma rotina. Naquela tarde a morte chega.

…1945. O jovem soldado continua a lutar após o armistício. Mais tarde é capturado, mas não é identificado como um lutador lobisomem. Quatro anos num campo de prisioneiros de guerra especial para Nazis não arrependidos. Finalmente a liberdade. Imediatamente resume-se ao activismo político. A prisão. A mulher deixa-o. De novo a liberdade, activismo político e um papel crucial na expansão do NSDAP/AO nos anos de 1970. Mas um traidor significa a sua prisão. A segunda mulher deixa-o.

…Quatro anos de prisão política – sem fiança até ao último dia. Então chega o dia da liberdade. De volta ao trabalho político. Um ano de intensa actividade. Seguido de mais quatro anos na prisão. Livre novamente, activo novamente, até à morte.

…Alguém deseja casar-se, mas o partido necessita de trabalhadores e de dinheiro. Uma família terá de esperar mais alguns anos. Mas a doença vem apesar da juventude. A família já não vem, vem a morte.

…Alguém fica aleijado no decorrer da guerra. Ambas as pernas desapareceram. Um braço desapareceu. O outro braço ferido. Ainda não está indefeso. Ainda é possível trabalhar ao telefone. Graças ao seu desempenho ao telefone, o NSDAP/AO expande o seu programa de televisão de uma para treze cidades no prazo de um ano.

…Uma crise. Alguém surge e toma conta das tarefas sem qualquer treino. O tempo livre e a profissão são trocadas por trabalho político, problemas, preocupações e stress. Alguém aguenta-se durante anos até a crise terminar e a própria, larga família pode de novo tornar-se prioridade.

Camaradas!

Estas são histórias vitalícias!

Trabalhei de perto com estes camaradas, por vezes durante décadas. Devemo-lhes as concretizações do NSDAP/AO durante as três ultimas décadas.

Que eles vos sirvam de exemplo e obrigação, de conforto e inspiração, como serviram a mim.

Que alguns de VOCÊS se tornem exemplo para aqueles que se mais tarde se unirão às nossas fileiras e carregar o estandarte da sagrada suástica quando nós, também, formos chamados para aquela grande tropa de choque no céu…

…pois a bandeira significa

mais que a morte!

Notícias do Movimento

Jonni Hansen Sentenciado a Um Ano

O líder do DNSB Dinamarquês, Jonni Hansen, foi sentenciado a um ano de prisão sem direito a fiança pela "ofensa" de se defender de uma multidão comunista armada! Ele já apelou à da sua sentença. Após três meses na prisão, está livre novamente, pelo menos de momento.

No dia 17 de Fevereiro o seu carro foi armadilhado e totalmente destruído.

Acima: Jonni Hansen no tribunal de Roskilde

Abaixo: O seu automóvel após a explosão.

Produção de Março Impressionante

No mês de Março o NSDAP/AO editou sete jornais e boletins em sete línguas diferentes (excluindo o Japonês), adicionou uma décima segunda língua à página da internet, acresceu à mesma três páginas das organizações Suecas aliadas (Motstand, Sveriges Nationella Förbund e Nordiska Rikspartiet), e preparou a estrutura de três livros (em Inglês e Alemão).

Japonês Adicionado à Página da Internet

Desde o dia 10 de Março que o Japonês é a décima segunda língua da página prioritária do NSDAP/AO na internet ( http://www.nazi-lauck-nsdapao.com ).

A edição Japonesa do Boletim de Notícias NS foi também lançada em Março como resultado de um projecto conjunto entre o NSDAP/AO e o NSJAP no Japão.

O primeiro Boletim de Notícias NS em Japonês.

Sepultura de Horst Wessel Profanada

A escumalha vermelha profanou a sepultura do mártir Nacional Socialista Horst Wessel durante a noite de 23/24 de Fevereiro. Chegaram ao ponto de desenterrar o (na realidade errado) esqueleto e atirar os ossos ao rio Spree, de acordo com uma carta "antifascista" anónima a clamar a responsabilidade.

Este feito repulsivo foi desencadeado pelo anúncio de um memorial pró Horst Wessel no 70º aniversário da sua morte, o que foi contudo banido pela chefe da polícia de Berlim.

Como protesto contra esta profanação, diversos camaradas efectuaram uma vigília à campa no dia 27 de Fevereiro.

Presidente de Israel – Um Anti-Semita?!?

A polícia política Alemã efectuou uma rusga aos escritórios da popular revista nacionalista Zentralorgan no principio de Janeiro.

A Zentralorgan havia somente utilizado uma citação do Presidente de Israel na sua capa, que urgia aos Judeus que abandonassem a Áustria após o sucesso eleitoral de Jörg Haider. Isto qualifica-se como "anti-semitismo"!

Zentralorgan também está na internet: www.widerstand.com/zorgan/welcome.html

Tribunal Francês Multa a Yahoo! Inc

No dia 22 de Março um tribunal Francês multou a YAHOO! Inc. devido a um site Americano, em língua Inglesa leiloando "objectos neo-nazis". Apesar de não estar disponível na página Francesa da Yahoo!, estão na sua página Americana. Sem mais nada, a França clama jurisdição, uma vez que a página é acessível na França. (Fonte: The Age, Melbourne, Austrália, 23 de Maio, 2000.)

Anteriormente, o governo Alemão ameaçou os gerentes da BARNES AND NOBLE e da AMAZON citando o mesmo tipo de jurisdição. (Veja Die Welt, 17 de Setembro, 1999 e The Jewish Press, 13 de Agosto, 1999.)

Ainda anteriormente, o Ministro da Justiça Alemão ameaçou (no Der Spiegel, #46/1996) os utilizadores Americanos da internet apenas três meses após a auto proclamada "condenação" do Líder do NSDAP/AO Gerhard Lauck num tribunal canguru Alemão por editar legalmente um jornal no interior dos EUA. (Lauck presentemente está em batalha legal com o governo dos EUA, o qual declarou Lauck um "vilão condenado" baseado somente na sua prisão política na Alemanha.)

ADL Processada em $10.5 Milhões de Dólares!

Um tribunal dos EUA ordenou à LIGA ANTI DIFAMAÇÃO (ADL) a pagar $10.5 milhões de dólares a um casal que denunciou publicamente como "anti-semita" com base em escutas ilegais. Esta soma representa um quarto do orçamento anual da ADL. (Fonte: The New York Times, 3 de Maio, 2000)

Russo Adicionado à Página do NSDAP/AO

Graças a camaradas Russos, o primeiro material de língua Russa foi adicionado à página da internet do NSDAP/AO no dia 27 de Maio. Juntos Somos Fortes!

O primeiro material em Russo na página do NSDAP/AO.

Judeus a Ficar Nervosos

Forças de segurança Israelitas estão posicionadas em Berlim para proteger a comunidade Judia local. Obviamente, sentem que já não podem confiar nem nos seus colaboradores traidores Alemães. Sim, os Judeus estão a ficar nervosos! (Fonte: Tagesspiegel, 14 de Março, 2000)

Indiscrição da Polícia Política Alemã

No decorrer de diversas rusgas em Maio, a infame polícia política Alemã ("Verfassungsschutz" também conhecida por "Verfassungsschmutz") acidentalmente perdeu uma lista com os nomes e números de telemóvel de diversos agentes. Esta lista foi depois publicada numa página nacionalista ( http://www.beobachter.tsx.org ), o que por sua vez ganhou a atenção da mídia do sistema.

Nacionalistas Flamengos a Ganhar Força

De acordo com uma sondagem recente, a direita extremista Vlaams Blok na Flandres tem o apoio de 40% dos eleitores. Outra "Áustria" está a construir-se.

Livros Adicionados à Página do NSDAP/AO

Os manuscritos de dois livros foram adicionados à página de internet do NSDAP/AO: MEIN KAMPF e DIE NSDAP/AO: STRATEGIE, PROPAGANDA UND ORGANIZATION.

Acção de Propaganda a 8 de Maio

No dia 8 de Maio activistas do NSDAP/AO ergueram um estandarte com o texto "Nós jamais capitularemos – NSDAP/AO " sobre a auto-estrada para Berlim. No mesmo dia distribuíram panfletos em Berlim. Depois colaram autocolantes no centro de uma pequena cidade. O jornal local editou um pequeno artigo sobre esta acção.

Nova "Mini Banda-Desenhada"

"Mini Banda-Desenhada" foi adicionada ao arsenal de propaganda do NSDAP/AO. Alguma desta mini banda-desenhada é mostrada na próxima página. Comics.

Lista de Preços

NSDAP/AO Português